17 de out de 2014

A invasão corintiana ao Rio de Janeiro em 1976

Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro, 5 de Dezembro de 1976.
Jogo semi-final do Campeonato Brasileiro entre Fluminense e Corínthians.
O que parecia impossível de acontecer, acontece. 60 mil torcedores do Corínthians invadem o Rio de Janeiro para assistir ao épico jogo de semi-final de seu time contra o todo poderoso Fluminense, a máquina tricolor de Rivelino e Cia.
Ninguém em sã consciência poderia imaginar o que estava para acontecer naquele domingo a não ser a própria torcida corintiana. O favoritismo era total da máquina tricolor e foi um domingo de chuva.
Mesmo assim, 146.043 pessoas estavam presentes no estádio.
O time do Fluminense escalado pelo técnico Didi era esse:
Renato; Rubens Galaxie, Carlos Alberto Torres, Edinho e Rodrigues Neto; Carlos Alberto Pintinho, Cleber e Rivelino: Gil, Doval e Dirceu.
O time do Corinthians escalado pelo técnico Duque era esse:
Tobias; Zé Maria, Moisés, Zé Eduardo e Wladimir; Givanildo, Russo e Neca; Waguinho, Geraldão e Romeu.
Tempo normal terminou empatado em 1x1.
Gols: Carlos Alberto Pintinho (Fluminense) aos 18 minutos do primeiro tempo e Russo (Corínthians) aos 29 minutos do segundo tempo.
Prorrogação 0x0 e o jogo foi para os penaltis. O Corinthians vence por 4x1 e vai para a final do Campeonato Brasileiro contra o Internacional. O Inter seria o campeão naquele ano.
O Corínthians não ganhava nenhum campeonato desde 1954 e isso só iria acontecer 23 anos depois com a conquista do campeonato paulista em 1977.
Em 17 de Outubro de 2014, o eterno e inesquecível Presidente tricolor na época, Dr. Francisco Horta, participou do programa Redação SporTV comandado pelo jornalista André Risek e acompanhado do jornalista Xico Sá.
O motivo dessa postagem é mostrar o relato do Dr. Horta e dos integrantes do programa que demonstra o quanto realmente o futebol está mudado para pior. Não só o Fluminense mas o Rio de Janeiro recebeu o Corínthians e seus torcedores de maneira digna e cordial. A declaração no vídeo abaixo mostra o quanto realmente esse jogo entrou para a história do futebol brasileiro como um dos momentos mais épicos e emocionantes. O vídeo abaixo é de pouco mais de 3 minutos e vale a pena conferir o depoimento sobre esse evento.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá
Deixe seu comentário e identifique-se.
Credibilidade é tudo.
Grande abraço e obrigado.